O ano iniciou com aumento da procura por atendimento nas unidades Básicas de Saúde de pessoas com sintomas gripais.


A Secretaria de Saúde alerta sobre o aumento da procura por atendimento, nas Unidades básicas de Saúde do município, de pessoas com sintomas gripais e, consequentemente, o aumento do número de testagens para Covid-19. Além das unidades básicas, serviços de testagem particulares contra a Covid-19, em farmácias e laboratórios, também registram aumento de procura e resultados com casos positivos.

Após cinco semanas sem avisos e alertas, o governo do Rio Grande do Sul emitiu um aviso, nesta terça-feira, dia 04, para todas as 21 regiões Covid do Estado. O principal motivo é o aumento de novos casos positivos registrados após as festas de final de ano. O aviso é o primeiro nível do Sistema 3 AS de monitoramento do Estado, antes de alerta e ação.

Nesta fase, é necessário que a região do Vale do Taquari inicia medidas de segurança a fim de redobrar a atenção e os cuidados para prevenção contra o coronavírus. Nesta classificação ainda não é necessário enviar relatórios obrigatório de atividades, onde são informadas as medidas adotadas, além das obrigatórias. Em caso de aumento de número de casos e hospitalizações as restrições são revistas.

Paralelo a isso, foi confirmado no Laboratório Central do Estado (Lacen/RS) o primeiro caso de codetecção simultânea dos vírus Influenza e coronavírus. Trata-se de um homem, 21 anos, residente em Porto Alegre. O tipo de vírus da gripe detectado no homem foi o Influenza A-H3N2. Esse tipo de vírus é um dos que compõe a vacina anual da gripe, por isso uma das medidas de prevenção indicada pela Secretaria Estadual da Saúde(SES) é a imunização. Desde o início do mês de dezembro, o Lacen já identificou 116 casos de Influenza A-H3N2, incluindo, entre eles, dois óbitos (residentes em Porto Alegre e São Francisco de Paula), e esse de codetecção com o coronavírus. Lembrando que o município de Teutônia ficou abaixo da meta de cobertura da vacina da Influenza em 2021, em virtude da baixa procura pela população.

Em função da situação identificada, é necessário que as pessoas redobrem os cuidados de prevenção, como:
- Uso de máscara,
- Lavar as mãos com frequência, e se não for possível, fazer uso de álcool em gel,
- Evitar aglomerações/distanciamento interpessoal,
- Monitoramento e afastamento de casos sintomáticos,
- Vacinação para as duas doenças Covid e Influenza.

VACINAÇÃO
A Secretaria de Saúde reforça o pedido à população para que mantenham em dia as vacinas contra a Covid-19 e Influenza (gripe), sendo que ambas estão disponíveis em todas as unidades de saúde:

- Dose 01 para pacientes acima de 18 anos: no mês de janeiro está sendo realizada no Centro Avançado de Saúde (CAS) do bairro Canabarro, com agendamento prévio;

- Dose 01 para adolescentes, Dose 02 e Dose de Reforço: estão sendo aplicadas em todas as unidades básicas de saúde, mediante agendamento, ou no CAS do bairro Canabarro, das 14 às 20 horas, sem necessidade de agendamento;

- Dose Influenza (gripe): está sendo aplicada em todas as unidades básicas do município.

A vacina não é obrigatória, mas a pessoa não vacinada tem potencial risco de agravamento dos sintomas, sendo que 90% dos casos de internações hospitalares e óbitos são de pacientes não vacinados. A vacinação é uma das únicas formas de evitar a contaminação com a doença, além de prevenir agravamento do quadro clínico.

Sintomas da gripe (influenza)
A gripe, como é chamada a infecção pelo vírus influenza, apresenta sintomas agudos logo nos primeiros dias após a contaminação, como febre alta, calafrios, dores musculares, tosse, dor de garganta, intenso mal-estar, perda de apetite, coriza, congestão nasal (nariz entupido), irritação nos olhos.

Sintomas da Covid-19
Já nos casos de Covid-19, os sintomas são os mesmos de uma gripe comum, associados a sintomas mais específicos. A doença começa a evoluir a partir do 7° dia, podendo ou não levar a um quadro de insuficiência respiratória. Os sintomas da variante ômicron são "diferentes" das cepas anteriores e ainda incluem: dor de garganta, dor no corpo, principalmente na região da lombar, congestão nasal (nariz entupido), problemas estomacais e diarréia.

Caso a pessoa apresente algum sintoma gripal, procure o quanto antes por atendimento médico. É importante ressaltar que mesmo com o avanço da vacinação, a covid-19 e a Influenza são doenças virais e altamente transmissíveis, dessa forma, caso a pessoa esteja com diagnóstico confirmado ou suspeito deve manter isolamento social.

A vigilância em Saúde reforça que o monitoramento dos casos de Covid-19 e aplicação de vacinas continuam sendo realizados normalmente.

Data de publicação: 06/01/2022

Créditos: Assessoria de Imprensa Teutônia

Créditos das Fotos: Freepik

Compartilhe!